Perdida na História

Perdida na História

quinta-feira, 8 de junho de 2017

Noticia: Homo sapiens 105 mil anos mais antigo?

Partilho aqui uma noticia recente que aponta a hipótese do Homo sapiens ser 105 mil anos mais antigo do que o previsto. A confirmar-se a descoberta, esta espécie poderia ter cerca de 300 000 anos.



Aqui vos deixo a noticia: 

"O “Homo Sapiens” afinal nasceu em Marrocos e é 105 mil anos mais antigo do que se pensava até agora. É pelo menos essa a teoria de uma equipa de cientistas que encontrou restos humanos com mais de 300 mil anos em Jebel Irhoud, um local de escavações arqueológicas a ocidente de Marraquexe.

“Existem duas dimensões importantes que são o tempo e o lugar. O tempo é muito mais anterior ao que julgávamos. Não são 200 mil anos. É provavelmente mais de 300 mil anos. Por outro lado, a nossa espécie já estaria representada em toda a África e não apenas num Jardim do Éden em qualquer lugar”, explica Jean-Jacques Hublin, diretor do departamento de evolução humana no Instituto Max Planck.

O paleontólogo tropeçou em fragmentos de um crânio e de uma mandíbula que terão 300 mil anos, a acreditar nas tecnologias de ponta usadas pelos arqueólogos. O “Homo Sapiens” de então é bastante parecido ao Homem atual no entender de Hublin: “É bastante impressionante que a razão pela qual relacionamos estas pessoas connosco seja através do rosto ou da aparência. São pessoas com as quais nos identificaríamos se nos cruzássemos na rua.”
O achado, que promete operar uma verdadeira revolução no entendimento da rota evolutiva do ser humano, é 105 mil anos mais antigo do que os restos mortais encontrados em alguns pontos da Etiópia, os primeiros de que havia registo até agora. " --- fim de citação---




Fonte: http://pt.euronews.com/2017/06/08/homo-sapiens-105-mil-anos-mais-antigo 


sábado, 27 de maio de 2017

Augusta Emerita

Fundada no ano 25a.C por ordem do Imperador Romano Octavio Augusto, a fundação da cidade Emerita Augusta, actual Mérida (Extremadura, Espanha) teve como principal objectivo o acolhimento de soldados das guerras "Cántabras", veteranos das legiões V Alaudae e X Gemina. 

     Segundo documentação e vestigios ainda hoje existentes, esta cidade teve uma importante muralha, sendo o Teatro, o Anfiteatro e o Circo, a parte dos Fóruns e templos, o centro da vida nesta tão antiga cidade. Dever-se-á fazer também menção à importante e ainda hoje utilizada ponte romana no rio Guadiana.


      A chegada dos Visiogodos não diminui em nada a importância desta cidade, sendo a presença árabe apontada como a responsável pelo declive da sua importância. Efectivamente, esta situação manteve-se practicamente até ao século XX, sendo que no ano 1993 esta importante cidade passa a ser considerada Património da Humanidade pela Unesco.

    Tive o prazer de visitar esta bela cidade e aqui vos deixo fotos de alguns dos preciosos monumentos e ruínas que tive a oportunidade de visitar. Aconselho vivamente a visitá-la.
Teatro de Mérida:






Casa do Mitreo e Columbario:





Templo de Diana:




Arco de Trajano:


Forum Romano:



Aqueduto dos Milagres:


Circo Romano:


Alcazaba:




Ponte Romana:


Anfiteatro Romano de Mérida:



Fonte: http://merida.es/breve-historia/
http://turismomerida.org/que-ver/columbarios
http://turismoextremadura.com/viajar/turismo/es/explora/Casa-del-Mitreo/